Notícias

Atualizado em 22/01/2020 às 18h00

Prefeitura realiza blitz para alertar condutores sobre a importância da saúde mental

Blitz com orientações aos condutores sobre a saúde mental foi realizada pela Prefeitura. Foto-Ascom Semsa

Com o intuito de despertar nos condutores de veículos de Santarém a importância dos cuidados com a saúde mental, a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizou nesta quarta-feira (22), uma blitz educativa alusiva ao Janeiro Branco, na Avenida Presidente Vargas em frente ao Centro de Atenção Psicossocial (CAPS III), e contou com a parceria da Secretaria de Mobilidade e Trânsito (SMT). Após a blitz, aconteceu um bate-papo sobre o tema com os pacientes atendidos pelo Centro.

A psicóloga e coordenadora do CAPS III, Karine Freire, informou o objetivo da programação. “Realizamos estes momentos por conta da importância de falar sobre o tema, para dar a devida atenção e oportunidade para quem está precisando de ajuda. Sensibilizar as pessoas que procuram ajuda é o melhor caminho para a solução de qualquer problema e nesta ação da blitz estamos reforçando isso. Disponibilizamos uma equipe multiprofissional de excelência, que realiza escuta qualificada para atender quem nos procura".

“O esforço da campanha do Janeiro Branco é sensibilizar as pessoas a falar sobre a saúde mental e o governo municipal planejou ações para alcançar o maior número de pessoas para essa finalidade, como a escuta psicológica no Parque da Cidade, semana passada, e hoje a blitz realizada em frente ao CAPS III que é uma forma de alcançar os condutores de veículos. Foram mais de trezentos, entre carros, motos e ônibus”, destacou a secretária de Saúde, Dayane Lima ao informar sobre a programação da blitz.

De acordo com a psicóloga Carla Mirian, que coordenou a ação, a reflexão do dia tanto na blitz, como no bate papo que ocorreu no CAPS III foi direcionada aos cuidados com as emoções para evitar o transtorno na mente. 

"Após a blitz fizemos um momento de reflexão em prol da saúde mental dos nossos pacientes que participam dos nossos serviços, com o tema: Se eu me amo, eu me cuido, para fortalecer a importância desse cuidado, com as emoções, pois a maioria das vezes são as emoções que fazem com que os pacientes tenham a recaída. Esse controle das emoções é o principal blindador para que não se tenha uma possível recaída. Quanto mais se aprimora a minha inteligência emocional, mais se evitam problemas emocionais”, enfatizou.

A pedagoga do CAPS, Gilvana Correa Vasconcelos, foi a facilitadora do bate-papo e mencionou o principal ponto para a adesão ao tratamento. “O momento é fazer com que eles se percebam. Muitos chegam aqui, sem perceber o grau de risco que estão quanto ao uso das drogas licitas e ilícitas, então, se eu trato a minha mente, se eu estou bem, todas as outras áreas da vida estarão bem. Quando falamos, eles prestam muita atenção e aderem ao tratamento e isso é muito importante frente ao tratamento, pois quando eles percebem a importância da ajuda do profissional a adesão é mais fácil”, concluiu. 

Qualquer pessoa que esteja com alguma dificuldade pode ter acesso aos serviços do CAPS III, seja pelo uso de crack ou outras drogas, não dependentes químicos, familiar que quer ajudar esse paciente, tem que receber orientações para vencer a negação e a resistência. 

O horário de atendimentos ao público externo para acolhimento ou primeiro cadastro é de 08h às 19h, mas o CAPS III funciona 24 horas com atendimentos aos pacientes internos. O CAPSad é um Centro de Apoio Psicossocial para usuários de álcool e outras drogas, com atendimento 24h todos os dias da semana, inclusive, feriados. Está localizado na Avenida Presidente Vargas, 2809, Aparecida.

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Tadeu Pinho Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação