Notícias

Atualizado em 20/01/2020 às 14h26

Constituição de empresas cresce 5,04% em Santarém, segundo dados da Jucepa

Confira logo abaixo a lista completa das atividades econômicas registradas. Nélio Aguiar: novos empreendimentos, mais desenvolvimentoDe acordo com o ranking da Junta Comercial do Estado do Pará (Jucepa), o município de Santarém, ocupa a terceira colocação entre os municípios com o maior número de empresas registradas no Estado, o crescimento foi de 5,04%. No ano de 2019, foram registradas 3.097 novas empresas. Em 2018, somaram-se 2.606 empresas. Entre as dez cidades que mais abriram empresas destacam-se: Belém (18.066); Ananindeua (6.016); Santarém (3.097); Parauapebas (2.883); Marabá (2.761); Castanhal (1.921); Altamira (1.332); Barcarena (1.028); Marituba (997) e Paragominas (977).

Secretária Josilene Pinto endossa que Santarém é promissora no empreendedorismo. “Com o governo do prefeito Nélio Aguiar não se diz mais que Santarém é um município onde não se pode fazer novos empreendimentos. As ações do governo municipal que estão sendo realizadas desde 2017 mudaram essa antiga realidade, tornando Santarém uma terra propícia a novos investimentos com retorno financeiro e econômico garantidos aos investidores. Uma das provas disso é o terceiro lugar que ocupamos no ranking estadual de constituições de novas empresas no ano de 2019. A desburocratização e a visão de futuro do nosso prefeito Nélio, são essências para essa conquista. Santarém é sim terra farta para o empreendedorismo”, ressalta a secretária de Finanças Josilene Pinto.

Agente Vilberto Sá explica que a desburocratização incentiva os investimentos. Para o Agente de Desenvolvimento da Prefeitura de Santarém, Vilberto Sá, o resultado positivo vem mostrar que o município está no caminho certo da desburocratização, ao possibilitar hoje, que um negócio seja totalmente aberto em até sete dias úteis. “Temos uma gestão comprometida em dar condições para que as empresas não encontrem dificuldades no licenciamento. Esse processo de aberturas de empresas feito de forma ágil é visto como positivo para a economia do município, porque rapidamente a empresa constitue e passa a exercer sua atividade, gerando empregos, serviços, ISS, e assim o município arrecada mais. Quanto mais emprego melhor para a população”, destacou.

Para o prefeito Nélio Aguiar, o crescimento de empresas está ligado diretamente a implementação de uma política de desburocratização e de celeridade e segurança dos licenciamentos.

“Nossa política de desenvolvimento passa pela extinção da burocracia desnecessária e pelo incentivo ao empreendedor. Com isso, quem ganha é a cidade e a população. Mais emprego e mais desenvolvimento para Santarém”, argumenta Nélio Aguiar.

As atividades econômicas mais registradas na Jucepa em 2019 foram a de comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios com 474 empresas abertas; seguida de comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal (377); promoção de vendas (237); comércio varejista de bebidas (233); comércio varejista de artigos de armarinho (228); comércio varejista de marcadoras em geral, com predominância de produtos alimentícios (215); lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares (215); comércio varejista de calçados (193); comércio varejista de artigos de cama, mesa e banho (184); cabeleireiros, manicure e pedicure (179); restaurantes e similares (178).

Confira a lista completa de atividades econômicas registradas

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Gleicy Lira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação