Notícias

Atualizado em 06/12/2019 às 14h13

Santareno é finalista de concurso estadual de Gastronomia

Zena concorre com o Pirápakúwa Irúmu, um prato indígena feito com peixeUm santareno representa a gastronomia da Pérola do Tapajós na quarta edição do Encontro de Chefs do Pará (Enchefs-PA). O evento é anual e acontece em praticamente todos os estados brasileiros. Só no Pará, 10 candidatos se inscreveram no concurso e apenas dois passaram para a fase final.

Um dos selecionados é o santareno Zena do Carmo, que se dedica à culinária indígena há 20 anos. Ele foi o vencedor do ‘Cozinha Tapajós’ em 2018 e já participou do Festival Fartura em São Paulo. Zena é finalista do concurso e representa Santarém e toda a região do Tapajós.

“A participação de um profissional santareno que valoriza a cozinha da nossa região em um evento de repercussão nacional é muito importante para Santarém. A culinária Tapajônica se tornou um dos nossos principais atrativos turísticos. Nós acompanhamos e apoiamos o Zena em todo o processo do concurso e comemoramos quando ele foi selecionado como finalista. O Governo Municipal apoia iniciativas que valorizam as riquezas locais”, disse o secretário municipal de turismo, Diego Pinho.

Zena concorre com o Chef Diego Sousa de Santa Izabel. Na capital paraense, os dois disputam pelo título de vencedor do Enchefs-PA 2019.

A coordenadora do evento no Estado é a Chef Gi Borges, que venceu o concurso no ano passado. “Eu já estive no lugar desses maravilhosos candidatos, pois no ano passado quem estava na competição era eu e fui a vencedora do Enchefs Pará 2018. E quando se ganha o concurso Estadual, é automaticamente indicado ao Prêmio Dólmã, o qual já está em sua sexta edição. É o Oscar da Gastronomia! Mas não levei o Prêmio do ano passado. Mas fui convidada a ser a Coordenadora Estadual que é tão gratificante, quanto!”.

O Enchefs Estadual tem o objetivo de identificar, resgatar, valorizar e divulgar das riquezas históricas, culturais, turísticas e econômicas das regiões brasileiras. Ele também incentiva e valoriza os profissionais e a utilização de ingredientes típicos na gastronomia.

Nesse sábado (07), os finalistas apresentam aos jurados os pratos que garantiram a vaga deles no concurso. Zena concorre com o Pirápakúwa Irúmu, um prato indígena feito com peixe, doce de banana, arroz paraense e farofa de piracuí.

“A receita que eu vou apresentar é de um prato raiz de origem indígena e o nome significa peixe com banana (...) eu estou muito orgulhoso de ter sido selecionado para representar a região do Tapajós. Só de ter chegado até aqui já é uma vitória”, disse Zena do Carmo.

Se o candidato santareno vencer, será automaticamente indicado ao Prêmio Dólmã Nacional, onde concorrerá com mais dois Chefs. Um indicado pelos Embaixadores Estaduais e o outro indicado pela internet. O Dólmã é o prêmio máximo da gastronomia brasileira. A sua próxima edição vai acontecer em março de 2020.

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Mabi Borgaro Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação