Notícias

Atualizado em 18/07/2017 às 13h39

Concertos e carimbó alternativo encerram as atividades culturais do aniversário de Santarém

A- A+ Tamanho da Letra
Ascom - Santarém
ascom@santarem.pa.gov.br
Da Redação - Agência Santarém

A Prefeitura de Santarém, através da Secretaria Municipal de Cultura (Semc), encerrou no sábado (24) as atividades artísticas culturais alusivas ao aniversário de 356 anos de Santarém. Os festejos ocorreram simultaneamente em dois pontos do município, na área urbana, na Praça Barão de Santarém, com os concertos, o erudito da Filarmônica Municipal Professor José Agostinho, o popular, com o cantor Olivar Barreto & Regional Mocorongo, e a parceria com o Conselho da Mulher Empresária (CME), da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (Aces). Na Vila de Alter do Chão, foi na Praça Sete de Setembro, com a Vaca Lusa de Alter, os grupos Cumarú, Kuatá e Cobra Grande.

Segundo o secretário municipal de Cultura Luis Alberto Figueira, o "Pixica" , " o governo cumpriu o dever, quanto o servir à população com o entretenimento alinhado à cultura. Proporcionamos as atividades com o nosso povo, na valorização dos nossos artistas regionais e locais, o qual todos os segmentos da cultura foram atendidos e fazendo-se a democratização da cultura. E para o sucesso dos nosso eventos, eu fico grato à população santarena, à equipe de servidores da Secretaria de Cultura, incansáveis no dia, na tarde e noite e o reforço dos nossos parceiros. Todos vivenciamos a verdadeira festa e com segurança", destacou.

A sargento do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM), Ceci Maria do Nascimento, também destacou a tranquilidade na última noite de evento. "A população veio para festejar as programações do aniversário da cidade. Estamos com 15 militares, na logística de 2 viaturas, seguranças desarmados e os demais órgãos de segurança. E finalizamos sem nenhuma ocorrência", disse a militar.

O Conselho da Mulher Empresária (CME), da Aces, abrilhantou a noite com a 16ª Mostra Cultural, na entrega da Medalha Mérito Cultural "Maestro Wilson Dias da Fonseca". Na finalidade de valorizar os artistas e a cultura santarena, duas mulheres foram homenageadas.

A artesã Lélia Almeida Maduro, que desenvolve o trabalho de pintura em cuias, na região do Aritapera, e dedica-se as modelagens das cuias, que consiste em desenhos florais, geométricos e tribais e incentiva outras mulheres, através da Associação das Artesãs Ribeirinhas de Santarém. "Recebo com muita alegria e emocionada, por aqui representar a mulheres que trabalham com a arte nas cuias", disse emocionada.

A compositora, intérprete, arranjadora e produtora cultural Maria Lídia Mendonça também recebeu a honraria. Apaixonada pela música e profunda conhecedora da cultura tapajônica, no destaque à história, costumes e tradições de Santarém. "Fico grata honraria, principalmente da linha cultural, sempre muito honroso, como esta da entidade empresarial", enfatizou a artista.