Notícias

Atualizado em 14/08/2019 às 16h07

Ponte de Parauá beneficiará diversas comunidades da região do Tapajós


O prefeito Nélio Aguiar visitou na terça-feira (13) a região do Tapajós e na comunidade de Parauá assinou ordem de serviço para construção de uma ponte com 130 metros de comprimento por quatro de largura. Segundo o prefeito a obra vai custar ao município 231.000,00 (Duzentos e Trinta e um mil reais) e deve ser concluída em um prazo de 90 dias.
Nélio disse que a obra vai resolver um problema antigo que passou por diversos governos sem solução. A ponte vai ligar Parauá à Mangal, dando acesso imediato à cerca de duas mil pessoas. Além disso, dará acesso aos moradores de outras comunidades que fazem parte da Reserva Extrativista Tapajós Arapiuns. O prefeito previu que até o mês de dezembro deste ano estará retornando a Parauá para entregar a referida ponte.
O vice-prefeito de Santarém José Maria Tapajós comentou que a comunidade de Parauá espera por essa ponte há mais de trinta anos. Segundo ele, a comunidade relatou que buscou apoio junto aos governos anteriores, mas sem resultado. "Hoje com a ordem de serviço assinada pelo prefeito Nélio Aguiar é uma certeza de que a ponte vai sair do papel e se tornar realidade", comemorou.

Tapajós exaltou a gestão municipal e a dedicação do Secretário da Semap, Bruno Costa, que persistiu no projeto de construção da ponte, haja vista que em 2018, a licitação para a construção deu deserta, ou seja, não houve empresa interessada em fazer a obra. "Essa ponte vai atender somente no entorno de Parauá mais de duas mil pessoas e na região grande maioria das comunidades da Resex Tapajós Arapiuns", destacou.

O Secretário Municipal de Agricultura e Pesca, Bruno Costa, comentou que a ponte será um investimento com recursos próprio da prefeitura, visando atender a um dos direitos básicos do cidadão, o de ir e vir. Por outro lado, a obra também tem uma finalidade econômica, pois vai servir para escoar a produção das famílias, em especial, aquelas oriundas da Agricultura Familiar que dependem desse acesso para comercializar seus produtos.
Bruno ratificou que pelo contrato a obra é prevista para ser concluída em três meses, mas disse que já conversou com a empresa vencedora da licitação para acelerar o trabalho e concluir o mais breve possível, aproveitando o período do verão, estação que ajuda na realização desse tipo de construção.
O vereador Silvio Neto (PTB) disse que a exemplo do ginásio entregue aos moradores da região do Tapajós, a ponte também representa muito à população que mora na localidade. Segundo ele, os vereadores estão sempre junto nesses momentos para cumprir um dos papeis da vereança que é de fiscalizar a aplicação correta dos recursos públicos e testemunhar as tomadas de decisões junto às comunidades. Nesse sentido, Neto recordou que no início da construção do ginásio, os vereadores estiveram no local e junto com os moradores perceberam que as arquibancadas não estavam de acordo com o projeto e o construtor teve que refazer. "Mas agora a obra está perfeita, de qualidade, de acordo com o que a comunidade pensou e tudo isso reflete na felicidade que estamos sentindo pela entrega dessa belíssima obra", celebrou Neto.
O vereador também destacou a presença dos vereadores: Dayan Serique (PPS), Júnior Tapajós (PL) e Ronan Liberal Jr., como representantes da Câmara Municipal de Santarém na inauguração do ginásio "Lino Israel Serique" no ato de assinatura da ordem de serviço da gestão municipal, autorizando a construção da ponte que liga Parauá à Mangal.

Ednaldo Rodrigues Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação