Notícias

Atualizado em 30/07/2019 às 9h28

De janeiro a junho, mais de 200 novos postos de trabalho são criados em Santarém


Investimentos públicos geram empregos diretos por meio de empresas contratadas para execução de obras importantes.Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão ligado ao Ministério da Economia, revelam que Santarém obteve saldo positivo de 268 empregos formais gerados durante o primeiro de semestre 2019. O número confirma o bom momento que a economia do município vive, com novos empreendimentos e a projeção de investimentos privados de aproximadamente R$ 300 milhões e a perspectiva de 700 empregos diretos nos próximos anos.

Saiba mais: 

Apesar do mês de junho ter fechado com saldo negativo de 72 postos de trabalho, Santarém conseguiu fechar os meses de fevereiro, abril e maio no "azul", com 256, 47 e 97 empregos com carteira assinada criados, respectivamente. Os setores que mais contrataram foram comércio, serviços e construção civil.

Acumulado

Nos últimos 12 meses, o Caged aponta que houve registro positivo de 732 empregos. Até o momento, foram 9.894 admissões, contra 9.252 desligamentos. É uma clara evolução, considerando os anos de 2015 e 2016, quando o município registrou preocupantes saldos negativos de 425 e 792 postos de trabalho. 

Os empregos gerados no município são fruto de um trabalho da Prefeitura de Santarém, que inclui captação de recursos públicos para a realização de obras, que movimentam diversos setores e geram empregos diretos e indiretos; austeridade em relação aos gastos públicos e atração de investimentos privados.

Samuel Alvarenga Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação