Notícias

Atualizado em 14/06/2019 às 15h46

Projeto Turismo na Escola contempla alunos da 'Brigadeiro Eduardo Gomes'

Estudantes no Centro Cultural João Fona.Os alunos do 5ª ano da Escola Municipal Brigadeiro Eduardo Gomes participaram, na manhã desta sexta-feira (14), de um City Tour pelos principais pontos turísticos da área urbana de Santarém, através do Projeto Turismo na Escola, iniciativa da Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur) em parceria da Secretaria de Educação (Semed).

Dentre os locais que os educandos visitaram estão a Feira do Peixe, o Centro Cultural João Fona e o Cristo Rei-Centro de Artesanato do Tapajós, que para o secretário municipal de Turismo, Diego Pinho, são pontos importantes porque cada um abriga um aspecto da cultura, da história e do meio ambiente do município.

A aluna Vitória Gabriele da Silva no Cristo Rei"O principal objetivo do Turismo na Escola é a valorização e a conservação do Patrimônio histórico, cultural e ambiental e só podemos alcançar esse nível de consciência se conhecermos de fato, a importância dos atrativos. Na Feira do Peixe, que é muito visitado pelos turistas, temos a vida do ribeirinho que tira seu sustendo na natureza, dos nossos majestosos rios. No Centro Cultural João Fona, as crianças conhecem muito da nossa história. No Cristo Rei, elas conhecem o trabalho dos nossos artesãos, que também encontram na natureza inspiração para sua criação para o sustento de suas famílias e assim os nossos alunos podem ver o quanto manter e preservar é muito importante para o nosso turismo", destacou Pinho.

A aluna Vitória Gabriele da Silva gostou muito de ter visitado os atrativos turísticos e disse que foi a primeira vez que entrou na Feira do Peixe. "Gostei muito do passeio, estava muito legal, as peças do 'Museu' são muito interessantes, são lindas. Foi muito legal ter ido na Feira do Peixe, pois nunca tinha ido lá. Gostei de ver as pessoas cuidando e vendendo o peixe, a garça voando, o rio Tapajós", destacou Gabriele.

Secretário Diego Pinho esteve com as crianças durante o Projeto."Já tinha ido na Feira do Peixe com meus pais e avós, mas foi muito bacana ir com minha turma. Ví vários peixes. Eu queria muito ver o boto, mas ele não apareceu, mas tudo bem. Estou gostando muito do passeio. Ví os trabalhadores cuidando do peixe, vendendo. No Museu, conheci várias histórias e estamos anotando tudo, para apresentar para a nossa professora, as curiosidades que conhecemos no passeio", foi o que o aluno Miguel Henrique Sousa de Oliveira falou sobre sua visita.

O aluno Miguel Henrique Sousa de Oliveira no Centro Cultural João FonaPara a professora Maria do Perpétuo Socorro, o Projeto, além de despertar o interesse para atividade turística é um excelente meio pedagógico para o desenvolvimento cognitivo e da escrita. "O projeto é muito importante, espero que ele continue, porque assim ele oportuniza às crianças conhecer a história real, a vivência absoluta e isso é relevante na vida do aluno. Passei um trabalho, isso é importante também, para reforçar o aprendizado deles. Elas vivenciam e passam para o papel, esse momento vai ficar gravado na memória delas, mas quando ela escreve, desenvolve a habilidade do pensar e da escrita".

Uma das curiosidades da Feira do Peixe que as crianças aprenderam foi que quando há muitos cardumes de jaraqui, os botos não aparecem para brincar com o pescador, um dos maiores espetáculos para quem visita o local.

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Tadeu Pinho Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação