Notícias

Atualizado em 12/05/2019 às 10h20

Dia do Enfermeiro: um agradecimento especial aos profissionais que cuidam da nossa população


Dia 12 de maio comemora-se mundialmente o Dia da Enfermagem e o Dia do Enfermeiro. Na rede pública municipal de saúde, os enfermeiros desempenham um papel importante e fundamental.

A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), conta atualmente com 180 profissionais de enfermagem. Eles atuam nas 72 Unidades Básicas de Saúde, em 3 centros de referência (da Criança, da Mulher e do Idoso) e ainda na parte administrativa dos diversos órgãos que compõem a Semsa, levando sempre atendimento de qualidade à população santarena. O trabalho desses profissionais é essencial para garantir a recuperação e salvamento de vidas em perigo, seja nos hospitais ou demais unidades que necessitam da assistência contínua de cuidados médicos.Equipe de enfermagem da Semsa

Tendo o cuidado ao ser humano, em todas as suas dimensões, como essência e especificidade da profissão, a enfermagem estabelece canais efetivos de comunicação com os diversos setores sociais e, dessa forma, possibilita estratégias mais eficazes e resolutivas de cuidado em saúde. Na prestação do atendimento de saúde, são eles que têm o primeiro contato com os pacientes, prestando cuidado e atenção em horas difíceis, além de preparar os pacientes para o atendimento médico. Esses profissionais sabem, melhor que ninguém, como confortar e amparar um paciente nas condições por ele apresentadas. Afinal, estar doente não requer somente cuidados à saúde física, mas à emocional também, exigindo total sensibilização e carinho por parte dos enfermeiros.

A enfermeira Mirian Almeida, que atua há 9 anos como enfermeira do município e atualmente trabalha na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Diamantino, diz que o dia a dia do profissional é bem intenso, mas compensador. "Lembro que iniciei minha carreira aos 21 anos de idade como enfermeira, assumindo os primeiros riscos da profissão. Criei laços com a equipe e com pacientes, dando respostas aos questionamentos das famílias, lidando com a morte muitas das vezes. Descobri que o amor pela enfermagem cresce quando estamos abertos às experiências com os próprios pacientes, através do contato diário com quem busca atendimento. É uma profissão que exige trabalho em equipe, autorreflexão constante. Precisamos sempre entender e nos colocar no lugar do outro. Na enfermagem, cada momento coloca à prova a nossa própria capacidade de amar a vida do próximo, como a nossa própria vida e isso é gratificante", ressalta.

Na saúde pública, o enfermeiro é o coordenador da maioria dos programas do Ministério da Saúde. Nesse âmbito, de promoção e prevenção da saúde, o enfermeiro exerce responsabilidade de educar a população para mudar seu estilo de vida individual e em comunidade para melhoria da qualidade de vida.

Enfermeira Shirleidy, da UBS Nova RepúblicaAssim, o enfermeiro busca melhorar as condições de vida e transmitir afetividade, por meio da relação de reciprocidade existente entre profissionais e pacientes. É o que destaca Shirleidy Oliveira, que trabalha há 15 anos como enfermeira da atenção básica e atualmente coordena a UBS Nova República. Ela diz que seu lema é fazer pelos outros o que gostaria que fizessem por ela. "A enfermagem é um dom de Deus, é uma profissão abençoada. Ser enfermeira pra mim é a melhor coisa que tem. Você se doar, amar ao próximo, satisfazendo as necessidades dos outros, tratando-os bem e fazendo com que eles saiam do atendimento satisfeitos. As vezes a pessoa nem está doente fisicamente, mas precisa de uma palavra amiga, precisa conversar sobre algo, algum problema que o aflige. Nas nossas unidades a gente também faz o papel de psicólogo, as vezes. Nós estamos sempre prontos pra ajudar a todos e eu tenho muito orgulho disso. Eu amo minha profissão!", conta emocionada.

Desse modo, o papel do enfermeiro é reconhecido, em suma, pela capacidade e habilidade de compreender o ser humano, pela capacidade de acolher e identificar-se com as necessidades e expectativas dos indivíduos e famílias. A enfermagem se aproxima, se identifica e procura criar uma relação efetiva com o usuário, independentemente das suas condições econômicas, culturais ou sociais.

Enfim, ser enfermeiro é saber lidar com o amor e com a dor, lado a lado e viver com o ganho e a perda todos os dias. É ver partir gente que cumpriu o que precisava por aqui e ver nascer gente nova que tem muito o que fazer pela frente. É acreditar que cada dia faz, de fato, uma grande diferença. E por procurarem fazer o máximo para minimizar o sofrimento e a tristeza, por estarem sempre prontos para enfrentar a dor do outro, por buscarem que seus pacientes alcancem a saúde o mais prontamente possível, os enfermeiros merecem todo o respeito e consideração.

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

 

Dayse Lima Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação