Notícias

Atualizado em 11/05/2019 às 20h37

Mãe empreendedora: trabalho social do Cras empodera e transforma vida de Elda Rosali


 

"Se não fosse o Cras eu seria apenas uma dona de casa comum, que cuidaria do marido, do filho e da casa, mas o trabalho social do Cras me abriu e vem abrindo portas", esta afirmação é da artesã e empreendedora Elda Rosali Barbosa Oliveira, de 44 anos. (Assista o vídeo!)

Mãe, mulher, que não mediu esforços e buscou através do serviço oferecido pelo Centro de Referência de Assistência Social, unidade Nova República, se recolocar em uma posição de poder no mercado de trabalho. Para ela, o Cras teve papel fundamental no processo de empoderamento e realização profissional.

Elda RosaliQuando chegou a Santarém vinda da capital do estado há 14 anos, ela participou incialmente do Clube de Mães no bairro Vitória Régia, localizado na Grande Área da Nova República e em seguida foi convidada para o Núcleo de Atendimento a Família (NAF) que posteriormente foi transformado em Cras. Foi lá que ela teve a oportunidade de participar de oficinas. A primeira delas foi o biscuit - caminho que encontrou para enfrentar a saudade da família, vencer a tristeza, continuar criando o único filho que tinha 9 anos e construir sua história em Santarém.

As habilidades de Elda foram se desenvolvendo diante de participações em várias oficinas de biju, pintura em tecidos (segundo ela uma das mais importantes), ponto russo, entre outras.

Elda foi convidada pela Semtras para fazer parte do grupo de artesãos que iriam trabalhar no Cristo Rei - Centro de Artesanato do Tapajós, inaugurado em 22 de junho de 2015. Já profissionalizada, ela voltou ao Centro de Referência que lhe acolheu para ajudar outras mulheres a encontrar um ofício e ter a oportunidade de gerar renda.

"Hoje eu sou bastante procurada, recebo encomendas, e já tive a minha habilidade manual levada para outros estados", contou contente.

Segundo a secretária municipal de Trabalho e Assistência Social Celsa Brito são histórias de vida como essa que dão forças para continuar batalhando para cada dia ofertar oportunidades de crescimento pessoal e profissional para os usuários dos Cras.

O Trabalho do Cras
A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras) conta com oito Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ligados à Proteção Social Básica. O Cras é uma unidade pública instalada em áreas com maior vulnerabilidade social e oferta serviços de Assistência Social com o objetivo de fortalecer a convivência da família com a comunidade. Ele previne situações de risco por meio de desenvolvimento de potencialidades e aquisições.

O Centro representa a porta de entrada para os serviços socioassistenciais e devem ser buscados para informação e orientação. Dentre os serviços oferecidos nos Cras estão: Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

O primeiro Centro a ser fundado em Santarém foi o Cras Nova República em 27 de junho de 2006. Segundo dados da Vigilância Socioassistencial da Semtras 10.365 usuários são referenciados nas zonas urbana e planalto. Atualmente 82 usuárias estão inscritas no grupo de mulheres.


Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

 

Geisa de Oliveira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação