Notícias

Atualizado em 12/04/2019 às 12h14

Comunidades de Vila Socorro e Santana do Ituqui terão novos médicos a partir de segunda-feira


A partir da próxima semana, as comunidades de Vila Socorro e de Santana do Ituqui já passam a contar com novos médicos do Programa Mais Médicos. A Prefeitura de Santarém, por meio da coordenação do Programa Mais Médicos da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), já homologou a contratação de duas médicas, selecionadas pelo Ministério da Saúde (MS) por meio de edital do Programa Mais Médicos, que vão atender nas comunidade de Vila Socorro e de Santana do Ituqui.

Com o encerramento do contrato entre Brasil e Cuba e a saída dos médicos cubanos do país, foram disponibilizadas 17 vagas em Santarém, que eram ocupadas por esses profissionais. Assim que o edital foi aberto pelo MS para seleção de médicos brasileiros, 14 aceitaram ocupar as vagas deixadas pelos cubanos, restando apenas vagas em 3 comunidades do interior do município: Vila Socorro, Vila Curuai e Santana do Ituqui, que na ocasião não tiveram inscritos. Para preenchimento das vagas restantes, o MS abriu novo edital, já para seleção de médicos brasileiros com formação no exterior e que aceitaram preencheram as 3 vagas.

Porém, dos três médicos inscritos, apenas duas médicas chegaram à Santarém para assumir as vagas. O terceiro, que iria assumir Vila Curuai, desistiu e não se apresentou na cidade.  "A terceira vaga, para a comunidade de Vila Curuai também foi preenchida naquela ocasião, mas o médico inscrito não chegou até sexta-feira passada que foi o último prazo para que ele se apresentasse. Nós já comunicamos o Ministério da Saúde sobre essa desistência e estamos esperando receber instruções sobre como vamos proceder daqui por diante. Mas acredito que novo edital será aberto pelo MS para o preenchimento das vagas que ainda restam em todo o país, e isso inclui Vila Curuai", comentou o coordenador do Mais Médicos em Santarém, Lauro Corrêa.

Desde a chegada das duas médicas à cidade, que ocorreu no início desse mês, elas passaram por treinamentos na Semsa, onde receberam instruções sobre procedimentos, atendimentos, preenchimentos de formulários para informações ao Ministério da Saúde, dentre outros, tudo para oferecerem o melhor atendimento aos usuários. "A partir da próxima semana elas já passam a realizar os atendimentos nas comunidades. Sendo que na segunda-feira (15), começam os atendimentos em Vila Socorro e na terça (16), começam os atendimentos em Santana do Ituqui. Isso é realmente muito bom, pois os usuários desses locais precisam e aguardavam com grande expectativa esses novos médicos", salientou o coordenador do Programa.

A médica Iris Corrêa é formada na Bolívia e veio do Maranhão para assumir a vaga em Santana do Ituqui. Já a médica Juliana Vilhena Nery, formou-se médica no Paraguai, veio de Foz do Iguaçu no Paraná e assume a vaga em Vila Socorro. Elas chegaram a Santarém no dia 1 de abril, participaram de um acolhimento na Semsa, onde foram apresentadas pelo coordenador do Mais Médicos à secretária de saúde Dayane Lima, ao vice-prefeito José Maria Tapajós e às coordenadoras da Atenção Básica e de Planalto da Semsa.

Leia também:

Lauro Corrêa explicou que além da bolsa paga pelo Ministério da Saúde aos médicos, no valor de R$ 12.386,50 (doze mil trezentos e oitenta e seis reais e cinquenta centavos), o município está oferecendo ainda uma ajuda pecuniária como incentivo para que eles assumam as comunidades do interior. "A ajuda pecuniária é para que os profissionais possam custear moradia, alimentação e transporte. É uma forma também de incentivá-los a assumir as vagas em comunidades da zona rural do município, já que a secretaria entende que essas comunidades necessitam muito da assistência médica e devido à distância os profissionais também necessitarão dessa ajuda de custo, especialmente para deslocamento", concluiu.

Dayse Lima Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação