Notícias

Atualizado em 05/04/2019 às 19h41

Oficina apresenta critérios de inclusão de municípios no Mapa do Turismo Brasileiro


O município de Santarém sediou o Seminário "Aprimorando a Gestão Municipal do Turismo/Oficina de Regionalização do Turismo", ontem e hoje, 5, promovido pela Secretaria de Estado de Turismo do Pará (Setur) em parceria com a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), e participação de representantes dos municípios de Belterra, Juruti, Óbidos, Oriximiná e Santarém. O primeiro dia o evento foi realizado no Auditório do Centro Municipal de Informações e Educação Ambiental (Ciam) e hoje no Auditório do Centro de Governo do Estado.

Sec. André Dias (c) com representantes de municípios. No primeiro dia esteve presente no evento o secretário adjunto de Estado de Turismo, André Dias, que falou sobre a importância dos municípios conhecerem os critérios para que eles possam está inseridos na nova classificação do Mapa do Turismo Brasileiro. "Já estivemos em vários municípios do Estado do Pará realizando o seminário, explicando os critérios minuciosamente para que a maioria dos municípios possam continuar integrando esse mapa. Atualmente 129 municípios fazem parte do mapa, e esse número pode reduzir se os municípios não se adequarem aos novos critérios. Cabe aos municípios se adequarem e a nossa missão é fazer o trabalho de sensibilização e apoio com orientações para as Prefeituras para que esse número não cai muito", explicou Dias.

Dentre os critérios estão a entrega dos seguintes documentos para a Setur: Lei de criação de Órgão responsável pela pasta do Turismo; Cópia da parte da LOA que tenha previsto orçamento para o Turismo; Cópia do decreto de nomeação do responsável pelo Turismo do município; Cadastramento de estabelecimentos turísticos no sistema Cadastur e a Lei de criação do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) e decreto de posse de seus conselheiros.

O secretário de Turismo de Santarém, Diego Pinho, que também é o representante de governança do Polo Tapajós endossou as palavras de Dias quanto aos municípios terem acesso as informações para a inserção dos municípios no Mapa do Turismo Brasileiro. "Este momento é importante não só para Santarém, mas para todos os municípios que compõe o Polo Tapajós, pois com essas informações podemos montar nossas estratégias para promoção dos municípios que fazem parte do Polo e baseado nas orientações dadas neste seminário no que se refere ao Mapa do Turismo Brasileiros trabalhar para que todos os municípios do Polo estejam inseridos na nova Classificação, que é uma garantia de nós acessarmos as Políticas do Ministério do Turismo", destacou Pinho.

Secretário Diego Pinho: Mapa do Turismo.No segundo dia foi abordado sobre a estruturação de um Conselho Municipal de Turismo (Comtur) e a técnica de Planejamento e Gestão de Turismo Kátia Barros fez um balanço sobre o evento. "Fazendo um resumo geral, nós encerramos a 9ª oficina de Regionalização do Turismo, avaliando de maneira positiva as oficinas, pois levamos muitas informações aos municípios que aqui se fizeram presente, tivemos uma diversidade de público que está empenhado em desenvolver o Turismo em seus municípios, desde gestores até parlamentares da Câmaras de municípios do Polo. Com certeza teremos bons resultados com os municípios conhecendo esses critérios terão mais condições de desenvolver ainda muito mais o turismo. O próximo passo é efetivar essa regionalização para assim agregar os demais municípios, que eles possam juntos, chegar onde Santarém está, com um Polo turístico fortalecido, com fluxo de turistas circulando, por todo o Polo Tapajós", avaliou.

Para a representante do Turismo de Juruti Allana Fernandes, a troca de informações foi a chave para o sucesso do evento. "O encontro teve como objetivo o alinhamento da gestão e o Governo do Estado e a Secretaria de Turismo de Santarém nos orientou quanto alguma possibilidade de como a gente melhorar e desenvolver o processo de gestão de Turismo do nosso município. Foi muito importante esses encontros porque é uma troca de experiências. Volto para Juruti com muitos trabalhos para executar, dentre eles melhorar o processo de formação do nosso Conselho, que é uma das exigências dentro da reorganização do Mapa do Turismo Brasileiro. A troca de experiências foi determinante para identificar algumas falhas nessa implantação e isso é uma forma de corrigirmos para melhorar ainda mais o processo de gestão no Turismo", destacou.

De acordo com Gizele Santana, representante do Turismo de Oriximiná, as oficinas foram bastante esclarecedoras e a presença do Estado é muito importante para o processo de desenvolvimento do Turismo na Região. "Esse seminário foi muito esclarecedor principalmente quanto a consolidação dos Conselho Municipais de Turismo, apesar de já termos um conselho formado desde 2010, ainda temos muitas dificuldades e é precisamos superar e com essa troca de experiências e essa presença do Estado são fatores importantes para criamos mecanismo de promoção das nossas potencialidades e fazer acontecer o Turismo em nossos municípios", enfatizou.

O Esforço da Secretaria de Estado de Turismo do Pará e Secretaria Municipal de Turismo de Santarém na realização do Seminário tem como meta a inserção de todos os municípios que compõe o Polo Tapajós no Mapa do Turismo Brasileiro para a garantia de investimento na área do Turismo da Região.

Tadeu Pinho Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação