Notícias

Atualizado em 13/03/2019 às 17h03

Captação de recursos públicos e investimento privado devem impulsionar geração de empregos em 2019

R$ 73 milhões investidos na orla: geração de emprego e renda.O ano de 2019 começou com otimismo em relação a geração de empregos formais no município de Santarém. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), ligado à extinta Pasta do Trabalho e Emprego do Governo Federal, mostram que no mês de janeiro foram 726 adminissões, dessas 39,8% estão ligadas ao setor de serviços, onde foram admitidos 289 trabalhadores.

Além dos serviços, comércio (281); indústria de transformação (60); apropecuária (57) e construção civil (38) contribuem para o resultado de admissões. O número ainda é bom, mesmo tendo ligeira queda, se comparado com o mesmo período do ano passado, quando foram gerados 85 novos postos de trabalho a mais.

No acumulado de 2018 foram 10.407 admissões contra 9.572 demissões, gerando um saldo positivo de 835 postos de trabalho. Índice puxado, novamente, pelo setor de serviços. Apesar da crise fiscal brasileira, a retomada de forma gradual dos investimentos e a taxa de desemprego na casa de 12% existe otimismo por parte dos governos e investidores.

Prefeito Nélio articula na luta por recursos para construção de obras e projetos em Santarém.Investimentos no município

Para o prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, não há fórmula mágica em melhorar os índices de desemprego sem investimento privado e a busca por recursos, por parte da gestão, com os governos estadual e federal.

"No último GGI [Grupo de Gestão Integrada para o Desenvolvimento Regional Sustentável] tivemos a presença da empresa Raízen, grupo que faz parte de um consórcio que vai investir R$ 175 milhões em nosso município [por um prazo de 25 anos], inclusive com aproveitamento de mão de obra local e terceirização de serviços de vários segmentos que serão necessários para ampliação do terminal de distribuição de combustíveis [porto da CDP], praticamente mais que triplicando a capacidade de operação atual e transformando Santarém num centro de distribuição, não somente para nossa região, mas para quase toda região Norte. Serão aproximadamente 500 empregos diretos na construção do porto, fora os empregos indiretos que envolvem a operação fora do terminal: motoristas, caminhoneiros, borracheiros, frentistas e outras funções que estão ligadas na cadeia de distribuição de combustíveis", destaca.

O prefeito também ressaltou o intenso trabalho de captação de recursos realizado pela gestão para viabilizar obras e serviços. "Somente com o Governo Federal há uma previsão de investimento de R$ 271.921.874,91. Desse valor, R$ 100.080.745,61 já foram aprovados para execução. Em 2018, foram cadastrados R$ 84.098.285,45", informa.

Recursos investidos em asfalto em diversos bairros da cidade.

Ao mesmo tempo em que busca aumentar as Receitas e captar recursos através de parcerias, a Prefeitura também trabalha para diminuir os impactos com despesa de pessoal. "Hoje, muitos municípios não vêm conseguindo honrar seus compromissos com os servidores públicos e nós estamos adotando medidas de austeridade para buscar o equilíbrio fiscal", informou o prefeito, destacando que de 2017 para 2018 a Folha de Pagamento da Prefeitura foi reduzida em mais de 20 milhões.


Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Samuel Alvarenga Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação