Notícias

Atualizado em 02/02/2019 às 17h19

Prefeito entrega demanda de infraestrutura e logística regional ao ministro Tarcísio Gomes


Ministro Tarcísio Gomes recebe do prefeito Nélio Aguiar documento com pedido de obras importantes para a região.O prefeito de Santarém Nélio Aguiar entregou ao ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas um documento elaborado em conjunto com entidades locais no qual enumera as principais obras de logística e infraestrutura que beneficiarão Santarém e municípios vizinhos. O ministro esteve em Santarém no final da tarde desta sexta-feira, 1°, após percorrer a rodovia Santarém-Cuiabá (BR-163) dentro de uma ação de reconhecimento da Operação Radar 2, que objetiva viabilizar o escoamento da safra 2018/2019 por meio da união de forças do Governo Federal com o Departamento Nacional de transportes Terrestres (DNIT), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Exército Brasileiro. O secretário de Infraestrutura Daniel Simões, a de Meio Ambiente Vânia Portela, de Turismo Diego Pinho, e o vice-prefeito José Maria Tapajós integraram a comitiva do prefeito Nélio Aguiar. Vereadores e representantes do Governo do Estado também estiveram presentes.

Ministro parou antes no Quartel do 8° BEC.Em Santarém, o prefeito Nélio Aguiar acompanhou o ministro em um almoço no Quartel do 8° Batalhão de Engenharia e Construção (BEC), onde conversaram sobre a importância da logística portuária e rodoviária para a região. Após o almoço, eles seguiram para o pequeno porto que o DNIT construiu às margens do rio Tapajós no bairro Prainha. Lá, eles realizaram uma vistoria técnica às obras e puderam elencar as necessidades de adaptações e ampliação do projeto.

Um documento elaborado em conjunto com a Associação Comercial e Empresarial de Santarém (Aces), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Sindicato Rural de Santarém (Sirsan) e Câmara de Vereadores foi entregue a Tarcísio Gomes. O documento pede a realização de obras e projetos importantes para as áreas de logística e infraestruturas portuária, rodoviária e aeroportuária da região do Baixo Amazonas e Tapajós.

Alguns itens do documento são reivindicações históricas como a conclusão da pavimentação da rodovia federal Santarém-Cuiabá. Constam ainda no documento, a recuperação da mesma rodovia no trecho que segue até o município de Rurópolis, duplicação do trecho que vai do porto do município até o quilômetro 30 e a conclusão de pontes de concreto em vários igarapés e rios.


Ainda dentro da BR-163, o prefeito Nélio Aguiar incluiu a construção de um viaduto no cruzamento da rodovia com a avenida Moaçara. "O objetivo é iniciar a construção de um projeto maior que vai possibilitar uma alternativa à rodovia Fernando Guilhon, fluindo o trânsito e facilitando o acesso aos bairros daquela Zona, além do aeroporto e a vila balneária de Alter do Chão e de Ponta de Pedras", explicou o prefeito. "São benefícios oriundos dessas demandas que vão além das fronteiras de Santarém, contemplando cidades vizinhas e dinamizando a economia regional", acrescentou Aguiar.

Porto do DNIT, na Prainha, recebeu visita técnica.A extensão do projeto Ferrogrão até Santarém, alteração do polígono do porto de Santarém e ampliação das Docas, e a construção de um pequeno porto na comunidade de Aninduba, na PA-257, também estão entre as solicitações entregues ao ministro.

"O porto de Aninduba é um grande avanço para nossa economia, além de fomentar o desenvolvimento de centenas de comunidades rurais, também estreita as relações com o nosso vizinho município de Juruti. A principal missão dada pelo presidente Bolsonaro ao seu ministro da Infraestrutura é ter como prioridade destravar os projetos de melhoria da logística do País e remover entraves burocráticos. É o que precisamos, é nisso que estamos apostando para nossa região, pois muitas obras já estão em andamento e precisam ser terminadas", argumentou o gestor.

O ministro Tarcísio Gomes adiantou que os pedidos relacionados à BR-163 já estão sendo contemplados e que o asfalto deve ser concluído até 2020. "Toda a BR-163 está coberta por contratos de manutenção. Então, os recursos de 2019 estão sendo liberados agora e serão empregados de imediato. Teremos a manutenção de toda a extensão e a parte de construção que são aqueles dois trechos de 58km da BR-230 (Transamazônica), coincidente com a 163, e a de 58 km ao Sul, na direção de Miritituba. A parte da manutenção é prioritária. A retomada dos trabalhos será feita agora em ritmos intensos", disse Gomes.

Sobre os trabalhos do 8º BEC na rodovia no trecho urbano, o ministro informou que o Batalhão vai direcionar esforços no trecho de 58 km que será concluído ainda este ano.

"As solicitações referentes à região serão estudadas e planejadas. Nós vamos voltar aqui em maio", finalizou no ministro.

Para o prefeito Nélio Aguiar, a visita do ministro é um grande ganho político para a região. "Praticamente no primeiro mês de governo, nós já temos aqui o ministro de infraestrutura presente no município de Santarém. Isso demonstra realmente que com o governo do Presidente Bolsonaro, a conclusão de pavimentação da BR-163 é realmente prioridade do governo federal. Não somente esta, como outras obras estratégicas para o desenvolvimento da Amazônia e até mesmo por questão de segurança em uma visão nacional. Desde a década de 70, dos planejamentos dos governos militares e que durante todo esse período ficou engavetado e não seguiu adiante e agora ocorre o resgate desse compromisso que com certeza ajudará o desenvolvimento de Santarém e região", disse Aguiar.

Alailson Muniz Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação