Notícias

Atualizado em 16/01/2019 às 16h50

Prefeitura e Sintrosan dialogam sobre reaproveitamento de mão de obra


A Prefeitura de Santarém por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT) realizou, nesta quarta-feira (16), uma reunião com o Sindicato dos Rodoviários para tratar sobre o reaproveitamento da mão de obra das empresas que operam atualmente no município. O governo municipal já havia se manifestado no sentido de intermediar junto às empresas vencedoras do certame compromisso de absorver a mão de obra que hoje presta serviço na cidade. Estiveram presentes o Prefeito em exercício José Maria Tapajós, Chefe de Gabinete Erasmo Maia, Procurador Geral do Município Arílson Batista Miranda, Secretário de Mobilidade e Trânsito Paulo Jesus e sua equipe jurídica.

A pauta da reunião contempla ainda a reivindicação de um grupo de rodoviários que está se manifestando paralelo às negociações do Sintrosan junto à Prefeitura. A SMT, no entanto, trabalha no sentindo de conseguir junto à empresa vencedora da licitação a contratação da mão de obra que já atua na cidade, o que contempla o pleito das duas manifestações. O titular da SMT lembrou de uma reunião junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT), na qual o município foi questionando com relação a mão de obra local.

"Conforme reunião realizada no Ministério Público do Trabalho, ainda em setembro de 2018, o município reafirma o compromisso de intermediar o diálogo entre a empresa vencedora do certame e o Sindicato para que priorize a contratação da mão de obra local, buscando sempre o melhor, pensando na população que utiliza esse serviço", ressaltou o secretário de Mobilidade e Trânsito Paulo Jesus.

De acordo com a presidência do Sindicato dos Rodoviários, a suposta manifestação que ocorreu na manhã desta quarta-feira não foi reconhecida pela entidade. "Desde ontem, nós ficamos surpreso com esse manifesto de alguns trabalhadores que não são associados, mas, nós não representamos somente os associados, mas toda a classe em geral. A SMT convocou essa reunião, nós ouvimos e fizemos nossos questionamentos e agora nós vamos conversar com os membros desse movimento, trazer a comissão para que possamos continuar com essa conversa com o governo", explicou o vice-presidente Celso Santos.

O prefeito em exercício José Maria Tapajós destacou sua preocupação para que tudo seja feito dentro da legalidade e transparência, assim como tem ocorrido desde o início do processo licitatório.

"Para o município é importante zelar por essa categoria de profissionais, afinal de contas são centenas de trabalhadores e o município tem que prezar por essa garantia. Nós tivemos conhecimento que esse movimento não está sendo liderado pelo Sindicato. Nós respeitamos qualquer movimento, mas dentro do princípio da legalidade de acordo com a Constituição. Nós conversamos com a diretoria do Sindicato, propomos ter uma conversa com esse grupo de trabalhadores que estão à frente do movimento para que possa dialogar e poder levar a eles o nosso entendimento. Não resta a menor dúvida de que estaremos à disposição do Sindicato e dos trabalhadores em geral para buscar o que seja melhor para ambas as partes, os trabalhadores e a população", ressaltou José Maria Tapajós.

Uma nova reunião deve acontecer entre SMT, Sindicato dos Rodoviários e membros do movimento.

Marina Bandeira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação