Notícias

Atualizado em 03/01/2019 às 11h56

CTA faz balanço das atividades após campanha Dezembro Vermelho


A Prefeitura de Santarém, por meio do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), encerrou na última segunda-feira (31), a campanha Dezembro Vermelho. A campanha iniciou no dia 30 de novembro e prosseguiu até 31 de dezembro de 2018 com programação diversa em pontos estratégicos da cidade, incluindo palestras educativas, disponibilização de exames de detecção do HIV e de outras doenças virais como sífilis e as hepatites, distribuição de material educativo, de insumo, dentre outros.

O tema da campanha em 2018 foi: "Coloque um ponto final na sua dúvida". O propósito foi engajar as pessoas a mudarem as atitudes negligentes à doença conscientizando sobre a importância da prevenção ao vírus HIV, chamando atenção para as medidas de prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos de indivíduos que convivem com HIV.

De acordo com a coordenadora do CTA, Ana Lúcia Ferreira, a campanha foi bastante proveitosa, com ações descentralizadas e de atendimento no Centro com a oferta de insumos de proteção, material educativo e realização de testes rápidos. Ela salientou que o importante é saber, conhecer e tratar a doença, para que haja a quebra da cadeia de transmissão do vírus da Aids. "O importante é tirar o peso da dúvida. Lembrando que, após diagnosticado, a pessoa é encaminhada ao serviço de saúde e recebe todo o tratamento gratuitamente. Tomando os remédios direitinho, a pessoa leva uma vida normal e com a prevenção, evita transmitir a doença a outras pessoas, quebrando o ciclo do vírus", destaca a enfermeira.

O balanço da campanha contabilizou 3.166 testes durante o Dezembro Vermelho 2018. Os números foram: 10 novos casos de HIV, 9 novos casos de Hepatite B, 2 casos de hepatite C e 69 novos casos de Sífilis. Com esses novos registros, Santarém e região Oeste do Pará fecharam o ano de 2018 com 227 casos de HIV, sendo 140 de Santarém e 87 de outros municípios; 79 casos de Hepatite B, sendo 36 de Santarém e 43 de outros municípios; 38 casos de hepatite C, sendo 17 de Santarém e 31 de outros municípios; e Sífilis fechou com 289 casos, sendo 248 casos de Santarém e 41 de outros municípios do oeste do Pará.

As ações de detecção, distribuição de insumos e tratamento prosseguem nas dependências do CTA, que fica localizado na Av. Barão do Rio Branco, em Santarém.

Dayse Lima Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação