Notícias

Atualizado em 28/12/2018 às 11h15

Assistência Social: 2018 é marcado por avanços na área em Santarém

Aumento de atendimentos, adesão a novos programas, campanhas educativas e de fortalecimento de vínculos estão entre as ações.


20 de junho - Solenidade em homenagem ao Dia do Idoso Dados da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras) da Prefeitura de Santarém apontam vários avanços na Política de Assistência Social no Município, no ano de 2018. Os dados foram avaliados como positivos. Confira alguns dos resultados alcançados.

A Proteção Social Básica (PSB) apontou um crescimento de 52% em sua cobertura nos atendimentos a famílias em situação de vulnerabilidade Social. Em 2017, foram atendidas 77.819 famílias. Em 2018, o número aumentou para 161.683 famílias.

Cas/Caec realizou mais de 65.000 atualizações cadastraisO Centro de Atendimento Social (Cas/Caec) também registrou aumento na taxa de atualização cadastral, que em 2017 era de 39.506 famílias e este ano subiu para 65.079 até novembro. São beneficiadas pelo Programa Bolsa Família 28.690 famílias, o que equivale a 29,19% da população. Os beneficiários são 7.486 famílias que sem o programa estariam em condições de extrema pobreza.

Sobre as três condicionantes do Programa Bolsa Família: Saúde, Educação e Atualização Cadastral, o Município de Santarém está acima da média Nacional.
- No Perfil Educação: Taxa de acompanhamento da frequência escolar (TAFE): Santarém está com 92,89% a Média Nacional da TAFE: 92,57%.

- No Perfil Saúde: A Taxa de Acompanhamento de agenda da Saúde (TAAS): Santarém está com 96,72% e a Média Nacional TAAS: é de 78,25%.

- Na Gestão de Cadastros: A Taxa de Atualização Cadastral (TAC): Santarém está 84,65% e a Média Nacional TAC: 70,26%.

9 de novembro - Encerramento de capacitação do Programa Criança Feliz reuniu quatorze municípios da região do Baixo AmazonasEm junho de 2018, o Município aderiu ao Programa Criança Feliz do Governo Federal. Com a adesão foi pactuado o Conselho Municipal de Assistência Social e devidamente aprovado. Quatrocentas famílias entre gestantes e/ou crianças de 0 a 6 anos já estão sendo acompanhados pelo programa que trabalha desde a primeira infância no âmbito do Sistema Único de Assistência Social (Suas). Públicos beneficiários do Programa Bolsa Família, BPC e também gestantes beneficiárias do Programa Bolsa Família que são acompanhadas em suas residências.

21 de novembro - Abertura do 1º Ciclo de Oficinas de Criatividade do Programa Acessuas TrabalhoSantarém também aderiu ao Programa de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas Trabalho), que está funcionando na sede da Semtras. O Programa Acessuas Trabalho será realizado até o ano de 2021. O Programa busca a autonomia das famílias usuárias da política de assistência social, por meio da integração ao mundo do trabalho. A iniciativa faz parte de um conjunto de ações de articulação de políticas públicas e de mobilização, encaminhamento e acompanhamento de pessoas em situação de vulnerabilidade e/ou risco social para acesso a oportunidades de trabalho e emprego.

O Programa realizou oficinas para 40 usuários com faixa etária de 18 a 59 anos. E em parceria com o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) está realizando oficinas para 50 adolescentes.O PAA compra alimentos produzidos pela agricultura familiar, com dispensa de licitação e os destina as pessoas em situação de insegurança alimentar

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) executou na gestão de 2017/2018 o recurso de R$ 2.578.018, 08 (dois milhões quinhentos e setenta e oito mil, dezoito reais e oito centavos) beneficiando 671 produtores com 696.412,60 (seiscentos e noventa e seis mil quatrocentos e doze e sessenta) toneladas de alimentos oriundos da agricultura familiar destinados para o público consumidor de 54.000 famílias no consumo interno e externo.

Campanhas
13 de junho - Caminhada em alusão ao Dia Mundial de Enfrentamento ao Trabalho Infantil reuniu mais de 2 mil pessoasGrandes campanhas foram realizadas pela Secretaria de Assistência Social através das Ações Estratégicas de Erradicação do Trabalho Infantil (Aepeti) que levou para as ruas o tema "Brincar, Estudar, Viver. Trabalhar só quando Crescer", lançada em fevereiro. A campanha de Valorização a Pessoa Idosa "Violetas contra a violência, dignidade e respeito para com a pessoa idosa".

Mais de 2 mil pessoas participaram de blitz e Caminhada no dia "D" de Enfrentamento ao Abuso e a Exploração Sexual Infantil. Este ano aconteceu também o lançamento da Campanha #FocoNaAprendizagem com a presença de mais de 200 jovens.

Outras ações
30 de maio - 1º Fórum Comunitário Santarém reuniu cerca de 150 pessoasFoi realizado o 1º Fórum Comunitário do Selo Unicef 2017-2020, a 1ª Conferencia Municipal da Juventude, a 1ª Integração com crianças usuárias da Assistência Social e também o 1º Luau dos Idosos, além de posses da primeira composição do Conselho Municipal da Política Sobre Drogas e do Conselho Municipal da Juventude.

A secretária Municipal de Trabalho e Assistência Social Celsa Brito avaliou as ações realizadas pela Proteção Social Básica e Proteção Social Especial como positivas. "Foram muitos avanços na Política de Assistência Social em Santarém. O Sistema Único de Assistência Social foi fortalecido nesse ano que está finalizando. Em 2019, novas ações serão desenvolvidas e fortalecidas para que a população de Santarém desde as grávidas até os idosos possam ser devidamente assistidos", comemorou Celsa Brito.12 de dezembro - 1º luau dos idosos contou com diversas atrações que empolgou os presentes23 de dezembro - Ação “É Natal em Santarém” presenteou 3000 criançasDezembro também foi o mês de Inauguração da Brinquedoteca da Casa de Acolhimento Reviver

Geisa de Oliveira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação