Notícias

Atualizado em 11/10/2018 às 18h01

Prefeitura altera fluxo de atendimento às gestantes e de realização de exames laboratoriais


Secretária de Saúde Dayane Lima durante entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (11)A partir deste mês de outubro de 2018, a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) instituiu um novo fluxo de atendimento a pacientes grávidas e para a realização de exames laboratoriais pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A iniciativa veio após análise estrutural e várias conversas entre a gestão municipal e o Conselho Municipal de Saúde. Após aprovação por parte do Conselho e entendimento entre as partes, a iniciativa está sendo colocada em prática na rede pública de saúde do município. O anúncio foi feito na tarde desta quinta-feira (11), em uma entrevista coletiva dada pela secretária de saúde Dayane Lima e pela presidente do Conselho Municipal de Saúde Gracivane Moura, na sede do Conselho.

Presidente do Conselho Municipal de Saúde Gracivane Moura Agora, todas as pacientes grávidas que fizerem pré-natal nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) espalhadas pelo município estão sendo orientadas a darem entrada diretamente no Hospital Municipal de Santarém (HMS), no momento do parto. Lá elas serão avaliadas e encaminhadas à maternidade do próprio hospital ou às maternidades parceiras (Irmã Dulce e Sagrada Família).

Outra mudança é quanto à realização de exames laboratoriais de rotina. A partir desse mês, as coletas serão feitas em dez UBS's e não mais diretamente nos laboratórios conveniados ao SUS. São elas: Nova República, Santarenzinho, Livramento, Santana, Jaderlândia, Prisional, Fátima, Santa Clara, Alter do Chão e Cipoal. Cada unidade terá um dia específico para atendimento às requisições de exames, sendo que a maioria delas atenderá duas vezes por semana. Apenas as unidades de Santa Clara e Fátima terão atendimento de segunda a sexta-feira para melhor atender a população provenientes de comunidades ribeirinhas. Todas terão cota diária de 25 fichas para o atendimento aos usuários.Laboratório do hospital municipal possui capacidade para processar mais de 600 exames por hora

Após coleta do material, os exames serão enviados ao novo laboratório do HMS para serem processados. O laboratório do hospital municipal possui capacidade para processar mais de 600 exames por hora, o que deve suprir toda a demanda do município. Vale ressaltar que as UBS's Maracanã, Unama, Conquista e São Braz estarão ofertando exames laboratoriais através de parceria com a Fundação Esperança.

A presidente do Conselho Municipal de Saúde Gracivane Moura disse que sempre foi um sonho do Conselho que o município tivesse seu próprio laboratório para atender a demanda de exames. "Se der certo nesse período de experiência, vamos poder captar recursos para que sejam investidos mais na saúde do nosso município, além da economia que teremos com o serviço sendo centralizado no Hospital Municipal", explicou.

Laboratório do Hospital Municipal entregue em 14 de agosto deste ano usa tecnologia de ponta para realização dos examesAtualmente, o município possui onze laboratórios conveniados ao SUS para a realização de exames laboratoriais. Com esse repasse de demanda ao laboratório do HMS, os laboratórios conveniados serão gradativamente descredenciados, o que deve gerar uma economia de cerca de R$ 150.000,00 por mês ao município, recursos estes que devem ser aplicados por exemplo na compra de materiais e insumos, ou para outras melhorias no setor da saúde.

A nova dinâmica adotada pela gestão municipal da Saúde fundamenta-se na necessidade de manter o equilíbrio econômico e financeiro da Semsa e a continuação dos serviços sem interrupção aos usuários do SUS. Para a secretária de Saúde Dayane Lima com essas iniciativas em fase de implantação, o governo municipal quer dar ainda mais qualidade ao atendimento e melhorar a organização nos procedimentos junto aos usuários do SUS.

Secretária de saúde Dayane Lima "Quanto a realização dos exames laboratoriais, a iniciativa para a gestão está sendo economicamente mais viável, pois temos o laboratório do HMS preparado para receber essa demanda. Também estamos pensando no bem-estar do usuário, levando o atendimento mais próximo a ele. Quanto às gestantes, a centralização do atendimento delas pelo hospital, além de facilitar, vai proporcionar ao município saber exatamente quem são e de onde elas vieram, se são de Santarém ou de outros municípios vizinhos, por exemplo. Diante disso, vamos garantir melhor controle da gestão financeira no que concerne ao que está sendo disponibilizado e o que está sendo aplicado de recursos nesses serviços. Com esse controle mais aprimorado, a gestão terá como aplicar os recursos de forma mais racional em outros setores que estejam necessitando", concluiu a secretária de saúde.

Para as gestantes, a medida já começou a valer. Quanto aos exames laboratoriais, as UBS's passarão a cumprir o cronograma de coleta a partir do dia 17 de outubro de 2018.

Confira mais notícias sobre saúde

Dayse Lima Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação