Notícias

Atualizado em 09/10/2018 às 11h18

Estudantes recebem intervenções socioambientais para combate às queimadas

"Bairro Floresta apresenta o maior número de denúncias de poluição atmosférica registrado pela Semma"


Alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Nossa Senhora Aparecida, bairro Aparecida, tiveram uma aula diferente na manhã desta terça-feira (09). Os estudantes participaram de intervenções socioambientais como parte da Campanha de Combate às Queimadas. As atividades são desenvolvidas pela Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma).

A estudante Camilly Nascimento, de 14 anos, relata que é comum ver vizinhos ateando fogo no lixo de casa, uma prática nada agradável: "É perigoso. Sempre que venho para a escola costumo ver pessoas colocando fogo principalmente em folhas o que prejudica a nossa saúde. O que a gente aprendeu aqui, é que devemos proteger o meio ambiente".

A mobilização que teve início no mês de agosto deste ano, vem realizando intervenções junto às comunidades quando são promovidas palestras e a distribuição de material informativo abordando os males que as queimadas podem causar ao meio ambiente e especialmente à saúde humana.

"Queremos despertar a consciência desses adolescentes sobre as boas atitudes para o combate às queimadas. É uma forma de não repetir os erros e mostrar que podemos ter uma qualidade ambiental mais saudável", afirmou o gestor ambiental da Semma, João Corrêa.

Segundo o Código Ambiental Brasileiro (Lei Federal nº 9.605/98) e Código Ambiental de Santarém (Lei Municipal nº 17.894/2004) queimada é crime, considerada como poluição atmosférica. Quem queimar qualquer objeto sem as devidas condições estabelecidas em licenciamento ambiental em área urbana ou rural poderá responder criminalmente com pena que varia de 1 (um) a 4 (quatro) anos de reclusão, multa grave, além de ter que fazer a reparação dos danos provocados.

Leia mais:

Dentre os 10 bairros com maior número de registros de denúncias sobre poluição atmosférica estão: Floresta (13), Diamantino (10), Aparecida (09), Caranazal (08), Prainha (04), Maracanã (12), Vigia (04), Jardim Santarém (07), Ipanema (06) e Matinha (05).

Para a denúncia é necessário identificar nome e endereço completo do responsável do crime ambiental e encaminhar a qualquer órgão ambiental. A Secretaria está situada na Av. Silva Jardim, nº 370, bairro Aldeia. Ou ligar para (93) 3522 5452, em horário comercial, 8h às 14h. A identidade do cidadão permanecerá em absoluto sigilo.

Júlio C. Guimarães Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação