Notícias

Atualizado em 10/05/2018 às 12h50

Gestantes beneficiárias do Bolsa Família ganham novo espaço para atendimento


Para melhor atender o público, a Prefeitura de Santarém por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), está disponibilizando um novo espaço para o atendimento às grávidas beneficiárias do Programa Bolsa Família para dar entrada no Benefício Variável à Gestante – o BVG. A partir desta semana, elas passaram a ser atendidas no mesmo prédio onde funciona o serviço de expedição do cartão SUS, prédio anexo à Semsa, localizado na Travessa 7 de Setembro, entre avenidas Mendonça Furado e Marechal Rondon.

O horário de atendimento continua o mesmo, das 8h às 14h. O atendimento prestado no novo prédio é apenas para mulheres que já são beneficiárias do bolsa família, mas que ficaram grávidas e que queiram dar entrada no auxílio para receber um valor a mais do governo federal. É o chamado Benefício Variável à Gestante, disponibilizado pelo governo federal, pago à gestante beneficiária de Bolsa Família, mensalmente, por 9 (nove) meses.

Saiba Mais:

De acordo com a coordenadora da Divisão Técnica da Semsa, Maria do Desterro Liberal, o objetivo do pagamento desse benefício a mais, é dar à gestante melhores condições para ter uma gravidez tranquila e saudável. Ela explicou que o recebimento do benefício só é feito mediante a confirmação de que a gestante está realizando o pré-natal de forma constante e adequada, em uma das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município.

"É importante esclarecer que não damos entrada em pedido de Bolsa Família. O que fazemos aqui na Secretaria de Saúde é atender mulheres que já recebem o Bolsa Família, mas que estão grávidas e querem solicitar o benefício variável à gestante ou que precisam desbloquear o bolsa família em virtudes de pendências na área de saúde, como por exemplo quando não estão com as vacinas em dia e por conta disso tiveram seu benefício bloqueado. São essas mulheres que precisam vir à Semsa para tomar as providências cabíveis", explicou Maria do Desterro.

Ela ressaltou que cabe também à Secretaria de Saúde fazer o monitoramento e acompanhamento dessas gestantes beneficiárias do Bolsa Família na Saúde, para que elas estejam nutridas, fazendo o pré-natal em dia e de qualidade, para garantir uma gravidez saudável, um parto saudável e, consequentemente, o nascimento de uma criança saudável.

Identificação de gestantes para recebimento do Benefício Variável da Gestante (BVS)
A identificação das famílias elegíveis ao BVG é feita pela saúde, por meio do Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família na Saúde. Assim, com a implementação deste benefício, que objetiva o aumento da proteção à mãe e ao bebê, elevando a renda familiar na gestação e na primeira infância, amplia-se a responsabilidade do SUS junto às famílias do PBF. Assim, este benefício oportuniza a captação precoce das beneficiárias gestantes pelo serviço de saúde para a realização do pré-natal. Quanto antes for informado a ocorrência da gestação, mais rapidamente a família receberá o benefício.

A cada vigência, a Coordenação-Geral de Alimentação e Nutrição, do Ministério da Saúde, constrói uma estimativa de gestantes com o intuito de nortear o serviço de saúde na busca ativa e captação precoce de gestantes no município. Com a implementação do BVG, esse cálculo torna-se ainda mais importante, pois informa aos municípios o potencial para identificação das gestantes para recebimento do BVG.

Dayse Lima Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação