Notícias

Atualizado em 16/04/2018 às 11h01

Prefeitura lança projeto que visa acompanhar uso da voz por professores


Hoje, 16 de abril, é o Dia Mundial da Voz. Para comemorar a data, a Prefeitura de Santarém, por meio do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), está lançando o projeto Saúde Vocal, junto aos professores da rede pública municipal de ensino. O objetivo é abordar as questões referentes aos distúrbios vocais relacionados ao trabalho dos educadores. O lançamento ocorreu na manhã desta segunda-feira (16), na Escola Municipal Fluminense.

Profissionais que utilizam a voz diariamente, como: professores, jornalistas, cantores, atores, dentre outros, são especialmente alertados quanto ao uso correto da voz e sobre os cuidados básicos com ela. Porém, toda a população precisa tomar consciência sobre a dimensão dos efeitos negativos que os excessos com a voz podem causar para a sua qualidade de vida.

A fonoaudióloga do Cerest, Diana Fonseca, idealizadora do Projeto Saúde Vocal e Condições de Trabalho dos Professores do Ensino Fundamental das Escola Municipais explica que viu a necessidade de realizar um trabalho nesse sentido, levando em conta dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT) que considera os educadores como a primeira categoria funcional passível de adquirir enfermidades da voz.

"A importância de se abordar esta temática, radica-se não só na prevalência elevada das desordens vocais entre os docentes, mas também na sua possível inclusão na lista de enfermidades profissionais, proporcionando, desta forma, o reconhecimento da relação entre a ocupação e possíveis doenças que possam vir a adquirir por conta do uso da voz em sala de aula", destacou a fonoaudióloga.

Saiba Mais:

Segundo Diana Fonseca, além da inclusão das enfermidades da voz como agravo de notificação no Sistema Nacional de Agravos e Notificação (SINAN), que já ocorre em outros estados e na Lista Brasileira de Doenças Relacionadas ao Trabalho, o projeto também visa contribuir para a promoção, prevenção e proposta de modificação do ambiente e do processo de trabalho dos professores, através da avaliação da percepção de risco destes profissionais.

Com o apoio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), inicialmente o projeto deve ser colocado em prática em três escolas do município e posteriormente deve ser ampliado a outras escolas. Nesta primeira fase do projeto, que inicia neste mês de abril e vai até outubro deste ano, os professores devem responder questionários, passar por avaliações e receber informações úteis sobre como manter a saúde vocal.

Sobre o Dia Mundial da Voz
A comemoração foi iniciada no Brasil, no ano de 1999 e tomou proporção mundial no ano de 2003. O objetivo da data é promover a conscientização da população sobre a importância da voz humana para a promoção da saúde, bem como realizar conscientização de sinais e sintomas que favoreçam o diagnóstico precoce de doenças relacionadas à voz e que podem comprometer a qualidade de vida e a própria sobrevida dos indivíduos.

Sintomas de doenças da voz
Entre os principais sinais de alerta de prováveis problemas vocais:
Alterações na voz;
Tosse frequente;
Alterações no timbre da voz ou dificuldade em colocar a voz;
Voz fraca ou perda de voz;
Sensação de algo preso na garganta;
Tensão muscular cervical;
Irritação na garganta;
Pigarreia ou rouquidão com frequência.

Cuidados com a voz
Fazer uma alimentação equilibrada, rica em fibras e proteínas
Beber bastante água e praticar exercícios físicos
Não gritar em excesso nem em tom agudo
Não fumar nem abusar de bebidas gasosas
Dormir bem
Bocejar relaxa a musculatura da boca, faringe e laringe;
Evite tossir e pigarrear sem necessidade;
Fuja das mudanças bruscas de temperatura;
Evite falar em locais barulhentos para não causar esforço vocal;
Comer maça faz muito bem para a "limpeza" das cordas vocais

Dayse Lima Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação