Notícias

Atualizado em 10/01/2018 às 14h45

Prefeitura faz adequações no estádio para acomodar torcidas nos jogos do Parazão e Série D


Equipes de pintura, serralheria e manutenção estão por todos os lados no estádio Colosso do Tapajós para concluir até sexta-feira (12) os trabalhos de adequação da praça de esportes feitos pela Prefeitura de Santarém, por meio do Núcleo de Esporte e Lazer (NEL) da Secretaria Municipal de Educação (Semed), para os jogos do Campeonato Paraense de Futebol 2018 e também do Campeonato Brasileiro Série D.

Segundo o coordenador do NEL, José Maria Lira, mesmo diante dos argumentos do Núcleo e da gerência de segurança do estádio de que a torcida santarena é ordeira, o Batalhão de Polícia de Eventos não abriu mão da instalação de gradeamento de separação de torcidas. "Houve essa recomendação por parte da Federação e do Batalhão de Eventos. Nós postergamos o máximo que pudemos, mas não teve jeito, tivemos que fazer a mudança, porque esse foi o requisito básico para liberação do estádio. Também tivemos que levantar uma mureta no anel superior para maior segurança dos torcedores, reposição de câmeras e na adequação de um posto policial junto às cabines de imprensa", informou.

Com as recomendações atendidas, a Prefeitura de Santarém conseguiu que a capacidade de público recomendada pelo Corpo de Bombeiros durante vistoria fosse mantida pelo Batalhão de Polícia de Eventos.

Saiba mais:

Prefeitura libera estádio Colosso do Tapajós para o Cristoval 2018

Durante reunião na manhã desta quarta-feira (10), no estádio, com representantes da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT), Divisão de Vigilância Sanitária, Aclep, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e segurança do estádio, o presidente do São Raimundo Esporte Clube, Alexandre Lopes, manifestou sua contrariedade com a divisão da arquibancada ao meio, o que na sua opinião, causaria prejuízos ao clube.

Presente na reunião, o comandante do 3º BPM, tenente coronel Aldemar Maués, destacou que tudo o que foi proposto pelo Batalhão de Polícia de Eventos, em termos de adequação para o estádio Colosso do Tapajos, foi pensando na segurança dos torcedores. "Apesar de termos uma peculiaridade em Santarém, de um povo mais tranquilo, mais pacífico, a gente não pode facilitar e nem abrir mão das recomendações porque, se acontecer um problema de confronto de torcidas, a segurança será responsabilizada por não ter tomado as providências para evitar esse tipo de problema", ponderou.

Sobre a divisão das torcidas, o comandante disse que no jogo São Raimundo x Cametá, por exemplo, que a torcida do São Raimundo deve comparecer em maior número, poderá ocupar as arquibancadas, mesmo com a separação, e a Polícia Militar dos torcedores do time adversário. "Mesmo quando tiver jogo com um clube maior, é possível dividir o espaço sem prejuízo ao clube da casa. O que não pode é a entrada ser igual. É preciso que tenha uma entrada só para a torcida visitante", frisou.

Todos os detalhes do plano de segurança para os jogos do Parazão e Campeonato Brasileiro Série D foram acertados na reunião desta quarta-feira.

Sílvia Vieira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação