Notícias

Atualizado em 21/12/2017 às 12h05

Exposição de arte plástica mostra mistura de cores e a inclusão social


Impossível não se surpreender diante da criatividade artística de Marcela Mendonça Cunha, de 12 anos e com necessidades especiais (síndrome de Down e surdez). Ela é autora de belíssimas produções na técnica impressionismo, no uso da mistura de cores de tintas sobre tecido, algumas com o uso da purpurina, induzindo os espectadores a visualização 3D, utiliza pincéis, espátulas e resíduos naturais como galhos e folhas ressaltados na tela. O trabalho artístico organizado na Exposição itinerante, "Furta Cor-outro olhar, outras cores, tudo arte".

O espaço escolhido para a terceira etapa da Exposição foi o Centro Cultural João Fona (CCJF). "A Marcela é um exemplo a todos, de superação, do quanto a arte faz bem, principalmente a auto-estima e induz a inclusão social, é admirável o potencial dela. E este espaço público esta sempre aberto para receber e reforçar a divulgação da criatividade artística cultural", destacou o secretario municipal de C1ultura, Luis Alberto Figueira.

A supervisora bancária, Rosana Suely Santana esteve na exposição e ficou admirada com o profissionalismo da Marcela. " Ela realmente é uma artista, há uma harmonia na mistura das cores, consegue transmitir o diferente, além da combinação existe as diferentes formas evidenciadas, o mais importante transmiti o belo. Muito bonito mesmo o trabalho dela. Nota-se que independente do que ela sinta ou faça, ela consegue transmitir os sentimentos dela através dos quadros", disse.

A mãe da artista, Liana Mendonça ratifica a importância da política pública para instigar a arte as pessoas com necessidades especiais. "Ter inserido a Marcela na Escola Municipal de Arte foi importantíssima, a evoluiu a coordenação motora, a aproximação maior com as pessoas, a fez expor essa delicadeza e beleza artística. Um trabalho tríplice conjunto, família, amigos e profissionais dedicados ao classe de pessoas com necessidades especiais", reforçou.

A produção de Marcela Mendonça Cunha é 50 telas, sendo que 24 estão expostas na Sala de Exposições Temporárias do Centro Cultural João Fona (CCJF). Localizado na Avenida Adriano Pimentel, s/n, Praça Barão de Santarém, bairro Prainha. Os interessados em adquirir, os preços variam de R$ 30 a R$ 300, 00. A exposição "Furta Cor -outro olhar, outras cores, tudo arte..." ficará disponível no CCJF até 12 de janeiro de 2018. Expediente, de segunda a sexta-feira, das 08 às 18 horas.

Alciane Ayres Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação