Notícias

Atualizado em 18/12/2017 às 18h05

Resultado da eleição de novos gestores de escolas e de UMEIs será homologado até o dia 30


Comissões eleitorais estiveram na Semed na manhã desta segunda-feiraEm virtude da logística da região dos rios, com muitas comunidades distantes que só têm barcos chegando a Santarém na quarta-feira (20), o resultado da eleição para diretores e novos coordenadores de unidades municipais de educação infantil de Santarém, previsto para este dia 19, vai atrasar. A comissão eleitoral central trabalha agora com a data do dia 30 de dezembro, prazo final para homologação do resultado da eleição.

"Com essa dificuldade de transporte da região de rios para a sede do município, houve necessidade de nós reorganizarmos as datas. Temos como prazo final o dia 30 de dezembro para homologação, mas o resultado pode ser anunciado antes dessa data", informou o assessor de Assuntos Educacionais da Secretaria Municipal de Educação, professor Marcos Gentil.

Durante toda a manhã desta segunda-feira (18), e parte da tarde, as comissões eleitorais das escolas e das UMEIs estiveram na Semed fazendo a entrega das cédulas usadas nas eleições realizadas na sexta-feira (15) e também as atas lavradas após a conferência dos votos. "Eles estão fazendo a entrega de todo o material que foi utilizado na eleição da última sexta-feira, e a comissão central faz novamente a conferência dessas cédulas na presença da comissão local de cada escola ou unidade de educação infantil", explicou Marcos Gentil.

Saiba mais:

Sobre a eleição de gestores onde houve chapa única, o assessor de Assuntos Educacionais informou que o resultado ainda não pode ser considerado oficial por que a conferência dos votos feita pelas comissões locais considerou apenas os números brutos. "Essa conferência bruta sinaliza para a permanência dos que já estavam no cargo. No entanto, o resultado final e a homologação só vai se dar após o cálculo de votos feito pela comissão central, que é feita com base na lei de gestão. Nessa eleição, a fórmula se concentra na questão na paritaridade. Não há diferença de peso dos votos por categoria, o número de pais e alunos corresponde a 50% e os servidores mais 50%", finalizou.

Sílvia Vieira Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação