Notícias

Atualizado em 20/10/2017 às 15h38

Peças Publicitárias da Romaria Fluvial são apresentadas na Visita da Imagem peregrina no Cristo Rei


 

Emoção, devoção, amor e fé foram sentimentos expressados pelos fiéis católicos, na recepção da imagem peregrina de Nossa Senhora da Conceição, nesta sexta-feira (20), pela manhã, no Cristo Rei - Centro de Artesanato do Tapajós. A imagem foi recepcionada pelos servidores da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur), artesãos, comissão da peregrinação, represente da Capitania Fluvial de Santarém e visitantes do centro.

Após a celebração de acolhimento da imagem foi realizada a apresentação das peças publicitárias que serão utilizadas para a divulgação da "Romaria Fluvial", que após 22 anos, retorna à programação da Festa de Nossa Senhora da Conceição.

O coordenador do Círio, Gilberto Dinely, destacou que era um grande desejo do pároco da catedral o retorno da programação nas atividades do festa da Padroeira.  "Desde o momento que o pároco da nossa catedral, padre Valter, assumiu a paróquia Nossa Senhora da Conceição, perguntou se haveria a possibilidade da realização da "Romaria Fluvial" na programação da festa e que era um grande sonho, esse evento religioso voltar a acontecer. Agora graças a parceria da Prefeitura de Santarém através da Secretaria Municipal de Turismo e da Capitania Fluvial de Santarém, este sonho se tornará realidade", afirmou.

Com a expressão "Maria é a mãe que torna as coisas impossíveis, possíveis em nossa vida" o pároco da catedral, padre Valter iniciou a apresentação da inclusão da Romaria Fluvial, na programação das festividades da padroeira dos santarenos e motivou a todos para a divulgação do evento religioso. "Como o evento é o primeiro após 22 anos de interrupção, e sabemos como é difícil retomarmos um evento dessa grandeza, temos a missão de divulgar e convidar os devotos de nossa Senhora da Conceição para a participação na 4ª Romaria Fluvial", enfatizou.

O representante da Capitania Fluvial, suboficial Ismail Lima, fez uma breve descrição dos principais cuidados que tanto os proprietários de embarcações, quanto os romeiros que participarão do evento, terão que ter para a segurança durante o trajeto da Romaria. "Sabemos que em eventos como esse a atenção tem que ser redobrada, no que se refere a segurança da navegação, por isso já encaminhamos as orientações para a coordenação, para que as pessoas que participarão da Romaria sejam orientadas quanto a esses cuidados".

Antes de fazer a apresentação das peças publicitárias da Romaria Fluvia, o secretário de Turismo, Pablo Barrudada, disse que a Romaria Fluvial foi apontada em uma pesquisa do Dieese e da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), como um evento religioso de grande potencialidade turística, visto que muitas embarcações da região vem para Santarém durante as festa da Padroeira. "Desde o início, quando a Secretaria de Turismo foi convidada para ser parceira do evento, sinalizamos como positivo o apoio do governo municipal, por meio da Semtur, pois neste período, muitos turistas vem até a nossa cidade para participar do Círio da Conceição. Uma pesquisa do Dieese e Setur indicaram que os fiéis católicos da região eram favoráveis a realização da Romaria Fluvial", ressalvou.

Os banners da 4º Romaria Fluvial e a Rota da Romaria foram as peças apresentadas pelos parceiros na realização do evento religioso, bem como, o spot da divulgação para emissoras de rádio foi apresentado pelo sistema de som. A coordenação informou que em breve sairá um folder com as seguintes orientações dos cuidados durante a Romaria:

Recomendações de Segurança da Navegação às embarcações que acompanharão Romaria Fluvial:

  • Proibido soltar fogos de artifícios de dentro da embarcação;
  • Proibido conduzir embarcação em estado de embriaguês;
  • Manter-se a ré da embarcação que levará a imagem e a uma distância mínima de 50 m;
  • Não cruzar a proa da embarcação que estará com a imagem e nem de outras embarcações;
  • Manter-se a 10 m de distância entre outras embarcações;
  • Os condutores das embarcações deverão estar devidamente habilitados;
  • As embarcações deverão estar devidamente inscritas na Marinha;
  • As embarcações deverão portar todo material de salvatagem (coletes salva-vidas, bóias, extintores de incêncdio dentro da validade e etc), bem como a quantidade de coletes deverá ser da mesma quantidade máxima de passageiros e tripulantes e mais a quantidade de 10 por cento do total de coletes para crianças;
  • Uso obrigatório de colete salva-vidas aos passageiros e tripulante embarcados em embarcações de conveses abertos e/ou em área desprotegida de balaustrada;
  • Proibido exceder o limite de passageiros de cada embarcação;
  • Todas as embarcações devem permanecer no canal 14, durante a romaria;
  • Cumprir todas as recomendações informadas via rádio pelos Inspetores Navais;
  • Não concentrar passageiros no mesmo bordo para não provocar adernamento da embarcação;
  • As motos aquáticas deverão manter-se a frente da embarcação que estará a imagem a uma distância mínima de 50 metros e serão proibidas de ficarem entre as embarcações da romaria e de fazer ultrapassagens;
  • Todas as embarcações devem realizar o contorno de todo o trajeto da embarcação principal que estará a imagem;
  •  Manter-se na mesma velocidade da embarcação em que estará a imagem.
Trajeto da Romaria Fluvial
 
Tadeu Pinho Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação