Notícias

Atualizado em 07/04/2020 às 20h07

Prefeitura disponibiliza oito pontos de venda de peixe antes da Semana Santa

Serão ofertadas 30 toneladas de peixe. Pirarucu está entre as opções A Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap), em parceria com o Governo do estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), e a Cooperativa dos Piscicultores do Tapajós (Coopata), disponibiliza oito pontos de vendas de pescado para o santareno se antecipar e se abastecer para o período da Semana Santa. É a edição 2020 da Feira do Peixe, que acontece nesta quarta, 8, e nesta quinta-feira, 9. Serão colocadas à disposição da população cerca de trinta toneladas de pescado de várias espécies, entre elas: tambaqui, pirarucu e tambatinga. As vendas iniciam às 7h e seguem até às 19h, ou até durante o estoque.

A edição da Feira deste ano tem uma preocupação a mais, haja vista a pandemia do novo coronavírus pela qual o mundo está passando. O município de Santarém tem dez casos confirmados, desses, um óbito.

“Vamos orientar sobre o distanciamento seguro das pessoas e etiqueta respiratória. Também pedimos que as pessoas inclusas nos grupos de riscos fiquem em casa e que outra pessoa da família faça a compra. Serão oito pontos espalhados, isso ajuda a dispersão e opção para todas as zonas da cidade”, explica Bruno Costa, titular da Semap.

Alguns pontos utilizarão no atendimento o sistema de drive thru, que é um serviço de vendas de produtos que permite ao cliente comprar o produto sem sair do carro.

“O drive thru também é um instrumento de prevenção que será utilizado durante a venda de pescado”, acrescentou Bruno Costa.

O santareno terá dois dias para comprar o pescado para a Semana Santa. No momento da compra, todas as orientações preventivas em relação ao novo coronavírus devem ser cumpridas pelo consumidor.

O Núcleo de Incentivo à Produção Familiar (Niprof) está à frente da coordenação da Feira pela Semap. "A população será  abastecida com pescado de qualidade, visando segurança alimentar e a praticidade para evitar aglomerações. Os preços também estão bem acessíveis", informou Eliseu Ramos, coordenador do Niprof.

O prefeito Nélio Aguiar afirma que as ações de abastecimento e de alimentação são de vital importância nesse momento e que, por isso, merecem a atenção e a conscientização de todos na hora de fazer a compra.

“Serão dois dias de venda e vários pontos como opção. É um período sagrado e devemos ter todo cuidado. Peço que as pessoas dos grupos de risco fiquem casa. Mande o filho, a neta, o genro. Mas pedimos que principalmente o idoso fique em casa. Vamos manter a distância segura de um metro e meio, dentre outras orientações, e sempre que puder usar máscaras. E que todos nós tenhamos uma Semana Santa iluminada, de reflexão e paz. Juntos vamos vencer esse inimigo”, disse Nélio Aguiar.

A Sedap articulou junto aos piscicultores os valores. Peixes pequenos serão vendidos a R$ 10 o quilo; peixe médio a R$ 12 e os peixes grandes a R$ 15. Sendo que pode haver negociação entre o piscicultor e o cliente.

 Os pontos de venda são:

Feira da Cohab

Mercadão 2000

Fernando Guilhon (1ª rotatória)

Parque da Cidade

Nova República (Praça Central)

Colosso do Tapajós (estacionamento)

Porto dos Milagres

Real Minibox (Jasmim/Verbena)

Acompanhe as ações da Prefeitura de Santarém nas redes sociais:
Facebook: https://pt-br.facebook.com/prefeituradesantarem/
Instagram: @prefeituradesantarem
Youtube: Canal da Prefeitura de Santarém

Alailson Muniz Agência Santarém

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação