Notícias

Atualizado em 12/09/2017 às 18h06

Prefeitura leva serviços de assistência social a 30 comunidades ribeirinhas

A- A+ Tamanho da Letra
Geisa de Oliveira
geisadeolliveira@gmail.com
Da Redação - Agência Santarém

Mil quatrocentos e cinquenta e cinco pessoas de trinta comunidades ribeirinhas receberam atendimentos da Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras). As ações estão sendo feitas nesses locais desde o início do ano.

Uma equipe de 32 profissionais, entre eles assistentes sociais, psicólogos, advogados, agentes de proteção, conselheiros tutelares e de direitos, coordenação e apoio fazem parte da equipe que está levando as ações às comunidades distantes de Santarém.

A primeira viagem foi em maio, e compreendeu o alto, baixo e médio Arapiuns onde, em três dias, 14 comunidades foram atendidas.

Participaram da ação: equipamentos da Semtras; Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Ribeirinho, fazendo cadastro, visitas do Benefício de Prestação Continuada (BPC); Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), levando atendimentos de acompanhamentos em parceria com Conselho Tutelar em casos de violações de direitos; Centro de Referência Maria do Pará, fazendo palestras, orientações jurídicas e acompanhando mulheres em qualquer tipo de situação de violência doméstica; Centro de Assistência Social (Cas/Caec), levando o CadÚnico, Bolsa Família; e a Rede de Proteção: Comdca, Conselhos Tutelares e agentes de proteção do Juizado da Infância e da Juventude.

 

O foco principal das viagens é atender crianças e adolescentes em situação de risco pessoal, que estão sob ameaça e violação de direitos. Além disso, têm intuito de fortalecer os vínculos familiares, prevenir o abandono, combater estigmas e preconceitos, assegurar proteção social imediata e atendimentos interdisciplinar, psicossocial as pessoas que moram em comunidades mais distantes e que sentem dificuldades para vir a Santarém, devido principalmente às condições financeiras.

Na primeira viagem, foram feitos 610 atendimentos, sendo o maior número em palestras preventivas ministradas pelo Creas, Maria do Pará e Conselho Tutelar.

 

A segunda viagem aconteceu no mês de junho com duração de três dias, na região do Lago Grande, onde 16 comunidades foram atendidas e receberam os programas e serviços psicossociais da Semtras, e 845 pessoas receberam atendimentos variados.

A terceira viagem será nos dias 27, 28 e 29 de setembro e irá contemplar a região do Tapajós. Aproximadamente 20 comunidades serão atendidas com os serviços e programas.

A Semtras constitui um órgão institucional da administração direta municipal responsável diretamente pela elaboração e execução da Política de Assistência Social no Município de Santarém.

A Assistência Social é uma política pública, dever do Estado e direito do cidadão, que objetiva promover serviços, programas, projetos e benefícios de proteção social básica e especial, e contribui com a inclusão social dos usuários e grupos específicos, além de assegurar que as ações garantam a convivência familiar e comunitária. O foco prioritário da Política de Assistência Social é a atenção às famílias, seus membros e indivíduos, tendo o território como base de organização.

A gestão das ações na assistência social é organizada por meio de um sistema descentralizado e participativo, denominado Sistema Único de Assistência Social (Suas), estruturado em níveis de complexidade, sendo a Proteção Social Básica, responsável pelas ações de prevenção, e a Proteção Social Especial, com as ações de atendimento especializado aos casos de violação de direitos.

Prefeitura de Santarém - Coordenadoria de Comunicação